FORBES QUESTIONA TUTELA DE BRITNEY SPEARS

A Forbes fez uma investigação na tutela de Britney Spears e sugere que os seus tutores estão a usar o dinheiro da cantora. A Forbes posiciona-se contra a tutela.

A Forbes fez uma investigação sobre a tutela de Britney Spears e revelou que há uma incongruência enorme sobre o quanto a cantora possuí em património líquido versus o que ela deveria possuir de acordo com os seus ganhos anuais, dando a entender que a cantora pode estar a ser roubada pelos seus tutores.

Para a Forbes: “…Isso leva-nos, talvez, ao maior fator que lança uma sombra sobre a tutela de Britney Spears: o dinheiro. Britney supostamente ganhou US$672 milhões durante a sua carreira até 2016, de acordo com o MoneyNation.com. No entanto, os seus registos anuais da tutela informaram que o seu património líquido no início de 2018 era de US$56 milhões, apenas um pouco acima do património líquido de 2007, de US$54 milhões. Com ganhos brutos a subir durante a sua estadia em Las Vegas, especialmente considerando os seus lucrativos espetáculos, endossos e merchandising, alguns questionaram se Britney não deveria dispor de muito mais atualmente”.

A Forbes também posicionou-se de forma subtil contra o uso do sistema de tutela em Spears.

“Tutelas são mais frequentemente utilizadas para adultos em idade avançada que sofrem de demência ou outros transtornos mentais relacionados com a idade. Eles são menos comuns para aqueles que sofrem de doença mental. De fato, estudos estimam que quase um em cada cinco adultos americanos sofre de algum tipo de doença mental, e entre 4,5% e 6% dos adultos no nosso país sofrem de doença mental grave. Mas apenas uma fração destes precisa da supervisão de um guardião ou tutor nomeado pelo tribunal.

Na Califórnia, o teste legal para a conservação é muito alto. A pessoa deve ser incapaz de suprir necessidades básicas, como comida, roupas e abrigo, ou ser incapaz de tomar decisões médicas. Para decisões financeiras, a exigência é uma pessoa incapaz de administrar assuntos financeiros ou resistir a influências indevidas.


Britney ainda cumpre este teste legal depois de 11 anos? As suas muitas realizações nesse período sugerem o contrário, incluindo servir como juíza e mentora no X-Factor e se apresentar no seu próprio espetáculo em Las Vegas por quatro anos, o que rendeu US $138 milhões. Pelo menos na superfície, essas conquistas tornam muito estranho que Britney permaneça sob a tutela, incapaz de suprir até mesmo as necessidades básicas, como comida e abrigo. Mas poderia haver mais na história do que foi revelado publicamente?”

São estas as questões que a Forbes coloca… Para conferires o artigo completo acede aqui.

CIRCUS © All rights reserved 2018 - 2020 | Contact {+}
Host:
Flaunt Network | DMCA | Privacy Policy | Layout by Ana Liziane