GLAAD FICOU VAZIO APÓS DISCURSO DE BRITNEY SPEARS

Segundo o jornal USA Today, os GLAAD Media Awards ficaram às moscas depois de Britney Spears ter abandonado a cerimónia. As várias estrelas do espetáculo comentaram esse facto e voltaram a falar sobre a cantora e respetivas experiências.

Já faz uma semana desde que Britney Spears foi homenageada nos GLAAD Media Awards levando para casa o honroso GLAAD Vanguard Award pela sua contribuição à comunidade LGBTQ, mas o tema ainda dá que falar. De acordo com o USA Today, Britney Spears foi realmente o ponto alto da noite visto que muitos dos presentes abandonaram a cerimónia depois de a cantora receber o prémio.

“Ricky Martin foi o responsável por apresentar Britney que foi ovacionada pelo público”, escreveu o jornal. “A estrela pop fez um breve discurso sobre como a sociedade coloca tanto ênfase no que é normal e como trata as coisas que são diferentes como estranhas (…), mas após ter abandonado o evento, o espetáculo também foi deixado em desordem.”

Segundo o jornal, até mesmo Wanda Sykes, a anfitriã do evento, brincou com a situação: “A Britney levou consigo o espetáculo… Parece que se foram todos embora!” Ainda assim, the show must go on e, por isso, o evento continuou com Jim Parsons que aceitou o prémio Stephen F. Kolaz pela sua coragem e ativismo. O ator voltou a focar-se nesse facto: “A Britney veio antes de mim? A Rainha deve vir em último!”

Apesar de a cantora já não estar presente nesta altura, Jim dedicou uma grande parte do seu discurso a Spears: “Obrigado GLAAD. Obrigado por me colocarem na mesma sala que a Britney Spears. Isto significa muito para mim (…). Foi nos anos 90 e “…Baby One More Time” estava constantemente na televisão. Logo antes de uma audição importante, o vídeo estava a dar enquanto me preparava e lembro-me de a ver dançar e andar pelo corredor da escola com o uniforme e de pensar ‘Sim! É isto! Tu consegues! (…) Não estou a brincar. Por isso, obrigado, Britney!

BRITNEY QUIS CONHECER JOGADORES OLÍMPICOS

Também em relação aos GLAAD Media Awards, o jogador Olímpico, Gus Kenworthy, voltou a dar que falar depois de, na sua fotografia ao lado de Britney, um dos seus seguidores ter dito: “E que tal homenagearam homens e mulheres homossexuais que são professores, médicos (…)?”

Gus não ficou calado e respondeu: Pelo amor de Deus! Isso nem faz sentido. Acho justo todos serem aplaudidos sendo homossexuais ou não (…), mas a Britney também nos ajuda de uma forma incontornável ao usar o seu enorme potencial ao ser uma das maiores estrelas Pop da história. Ela promove amor e aceitação para a comunidade. Se não gostas dela, isso é outra coisa.”

Por fim, o também jogador Olímpico Adam Rippon, que abriu a cerimónia com Gus Kenworthy, contou à US Weekly como foi conhecer Britney Spears: “É daqueles momentos que mudam a tua vida. (…) Quando chegámos, a produção da GLAAD disse-nos que havia alguém que nos queria conhecer. Fomos a um quarto e lá estava a Britney! Foi muito querida. Depois de termos falado, ela disse-me que eu cheirava muito bem (…). Infelizmente, não senti o cheiro dela, mas agradeci. Depois, ela gritou enquanto brincava connosco: ‘Saiam do meu camarim! Como é que entraram?! Segurança!‘”

CIRCUS © Todos os direitos reservados 2018 | Contato {+}
Layout por
Ana Liziane